Arquivo: Receitas

Receitas

Tomates Cherry Confitados

Por Carla Rocha

Se nunca provou Tomates Cherry Confitados, tem mesmo de experimentar esta receita! O resultado final é tão saboroso que comido apenas esmagado numa fatia de pão, já nos deixa reconfortados. Pode usá-los na confecção de diversas receitas tais como massas, saladas, omeletes, etc. Se não tiver slow cooker, faça num tacho no fogão, ou no forno a uma temperatura baixa, não deixe é de fazer. Assista ao vídeo .

Frango Rústico

Por Carla Rocha

Este Frango Rústico é, sem dúvida, das receitas de frango, mais apetitosas que fiz nos últimos tempos. Uma mistura de sabores, que pode achar estranhos. Da canela, ao tomate seco em azeite, passando pelo alecrim, todos juntos, dão a este Frango Rústico, um sabor extraordinário. No dia comemos e deliciámo-nos com o frango, acompanhado por arroz seco branco, tendo sobrado uma dose, que no dia seguinte, transformei em Esparguete com Frango, pois limpei a carne de todos os ossos, juntei água e depois o esparguete a cozer no fantástico molho. Fiz apenas uns ajustes ao nível de sal e juntei-lhe cominhos. Uma refeição diferente, igualmente deliciosa, onde nada se desperdiçou 😊. Assista ao vídeo no final da receita.

Geleia de Marmelo

Por Carla Rocha

O que lhe posso dizer sobre esta Geleia de Marmela? Que é maravilhosa 😊. Gosto de a deixar um pouco mais ‘presa’, para com ela poder fazer diferentes coisas. Seja para comer assim simples barrada em pão ou numas bolachinhas, seja para rechear uma torta ou um bolo, esta geleia sabe sempre bem. Já recebi diversas mensagens de pessoas que não conseguem fazer geleia. A primeira coisa que pergunto é a quantia de açúcar que usam, em relação à água de marmelo, pois aqui não há como escapar, se quiser ter uma boa geleia tem de usar 1kg de açúcar, para 1L de água da cozedura, pois de outra forma, não vai ter uma boa geleia. Outro ponto importante para fazer geleia, é o coar da água. Se queremos uma geleia completamente translucida, de cor vibrante, temos de a coar com pano de algodão. Eu uso um coador com pano que comprei numa loja chinesa e que me facilita muito esta tarefa. Por fim, o ponto de cozedura da geleia. Temos de a deixar ferver e reduzir, para que ganhe ponto. Se verificar no vídeo, vê que o volume inicial é bem maior que o que estava na panela quando desliguei o lume. Leva algum tempo, mas vale bem a pena. Eu faço sempre o teste de tirar uma porção de geleia para um prato e ver como escorre e, olhe que faço este teste várias vezes até chegar ao ponto que quero! Agora que já lhe deixei as dicas todas para que possa fazer a sua geleia, não tem como falhar a fazer a sua Geleia de Marmelo.

Perna de Perú na Slow Cooker

Por Carla Rocha

Quando preparei esta Perna de Peru na Slow Cooker, não estava à espera de um resultado tão delicioso. Usei uma perna de peru que comprei já com etiqueta rosa, ou seja, com preço reduzido, e fi-la na necessidade não deixar ultrapassar prazo de validade, pois não a congelei quando cheguei a casa com ela, ficando esquecida no frigorifico. Quando me lembrei dela, já era tarde e ainda vim cá abaixo colocá-lo na slow cooker para ser o nosso almoço de dia seguinte… e que bom almoço tivemos! Ficou mesmo apetitosa, uma carne tenra e suculenta e um molho delicioso. Não sei se já tem slow cooker, se não tem, não deixe de fazer esta receita, faça-a no forno, pois asseguro-lhe que vale bem a pena!

Tomatada Cozinha à la Carte

Por Carla Rocha

Esta é uma receita ‘batizada’ pelos seguidores da Cozinha à la Carte no Instagram. Quando comecei a cozinhar, ainda não sabia o que ía sair, fui adicionando um pouco disto e daquilo do que havia no frigorifico e o resultado final foi esta deliciosa Tomatada Cozinha à la Carte. Ela não é Piperade. Ele não é Shakshuka. Ela é feita com um delicioso molho de tomate que no final, nos serviu de jantar e que foi enriquecida com ovo escalfado, queijo halloumi grelhado e presunto, um ‘casamento’ perfeito. Deixo-lhe a receita, caso queira ‘construir’ a sua, com inspiração nesta que ‘já era’.

Arroz de Pato

Por Carla Rocha

Arroz de Pato {receita}

Este Arroz de Pato foi a receita escolhida para comemorar o patamar dos 15000 seguidores no instagram sendo o post n°1000 na plataforma. Como não podia deixar de ser, uma receita especial, para um post especial. Um delicioso Arroz de Pato! Areceita é fácil de fazer e pode assistir ao vídeo no final da receita, para ver como o fiz. Espero que goste tanto como nós.

Ceviche de Salmão com Manga e Abacate

Por Carla Rocha

O ceviche entrou na minha vida e tem tomado lugar entre os meus pratos preferidos. Este Ceviche de Salmão com Manga e Abacate que aqui hoje partilho, tem sido um dos meus preferidos e repetido bastantes vezes cá por casa, seja como refeição principal ou como entrada numa refeição entre amigos. É uma receita fácil e rápida de fazer e que nunca desilude!

Charlotte de Chocolate e Mousse de Lima

Por Carla Rocha

Desengane-se se pensa que vai perder muito tempo a fazer esta Charlotte de Chocolate e Mousse de Lima. Em menos de 30 minutos, consegue fazê-la para depois levar ao frigorífico até à hora de servir. O tempo de repouso é o necessário para que a mousse assente, deixei de um dia para o outro. Já andava com esta combinação na cabeça há algum tempo e hoje, como tínhamos um almoço entre amigos que pedia uma sobremesa especial, foi dia de a servir.

Açorda de Alho e Coentros

Por Carla Rocha

Aprendi já há algum tempo, que um dos melhores acompanhamentos para uma Sardinhada, é uma boa Açorda de Alhos e Coentros. Como em todas as receitas, a qualidade doa ingredientes, leva a um resultado de qualidade, pelo que nesta receita usei o Azeite Virgem Extra DOP da Cooperativa Moura Barrancos. A receita em si é muito simples, como pode ver no vídeo, só requer alguma paciência para obter uma açorda com a consistência desejada.

Tarte de Filo e Framboesas

Por Carla Rocha

Esta tarte de Filo e Framboesas é uma receita típica da Grécia, de seu nome Galatopita, sendo a original apenas com massa filo e creme custard. Nesta que aqui lhe apresento, adicionei framboesas, inspirada numa versão que vi na edição da Bon appétit. A receita tem dois momentos de cozedura no forno, um primeiro onde a massa coze sozinha e depois um outro para cozer o creme. Não pense que é difícil de fazer, pois é exatamente o contrário, bem fácil. O resultado final desta Tarte de Filo e Framboesas, é uma massa bem estaladiça, misturada com um saboroso creme. Pessoalmente gosto mais dela fria, mas pode servi-la morna, acompanhada com uma bola de gelado de baunilha, vai adorar!