Categoria: Bolos e Biscoitos

Categoria onde reunimos as receitas para preparação de fantásticos Bolos e Biscoitos

Brookies

Por Carla Rocha

Quando vi este ‘casamento’ na Cuisine at Home, soube que não podia resistir e hoje foi dia de meter as mãos na massa.⁣ Já imaginou o prazer de comer um Brownie e uma Cookie Americana numa única bolacha? pois bem, estas Brookies dão a oportunidade de o fazer. Uma explosão de sabores e texturas a que vai ficar rendida. De um lado o sabor de um brownie de chocolate, no outro, uma bolacha com pepitas de chocolate. Experimente que não se vai arrepender de fazer esta Brookie! Na nossa página de instagram @cozinhaalacarte, encontra um destaque com os vídeos de como fizemos estas Brookies.

Papos de Anjo em Hóstia

Por Carla Rocha

Estes Papos de Anjo em Hóstia, são uma pérola da doçaria conventual portuguesa e como tal, à semelhança de outros que fazem parte da nossa história, devem ser conservados como uma relíquia. Foi este tema que me fez inscrever no curso intensivo de Doçaria Conventual Portuguesa da Mónica Pereira. Aprender mais sobre a nossa história gastronómica, neste caso a doçaria. Foi um curso magnífico que recomendo vivamente! Dos doces que lá aprendi a fazer, estes Papos de Anjo em Hóstia, têm sido os que mais tenho reproduzido, pois agradaram a todos!

Broas dos Santos de Batata Doce

Por Carla Rocha

Estas Broas de Batata Doce, são até agora as melhores que já fiz e foram as que mais percalços tiveram na sua execução. Comecei por apenas ter amêndoas em casa, logo eu que gosto de encher as broas de frutos secos! O maior dos precalços foi mesmo, só me aperceber que não tinha fermento para bolos em casa, quando já as estava a fazer… Sabem que mais? não foi necessário, eu que junto sempre um pouco de fermento, fi-las agora sem o mesmo e com a ajuda da farinha Branca de Neve, cresceram que foi um mimo, ficaram super fofas. Acabou o fermento nas broas! De resto só vos posso dizer para experimentarem, valem bem a pena, são macias e muito saborosas estas broas. Com elas faço o meu Pão por Deus, este ano muito diferente do habitual, mas fica o desejo de no próximo ano, tudo voltar ao normal.

Dedos de Bruxa e Olhos Raiados

Por Carla Rocha

Agora que o Halloween se aproxima, é hora de fazer biscoitos feios e assustadores, cheios de sabor. Deixamos-vos duas sugestões, Dedos de Bruxas e Olhos Raiados. Dois biscoitos feitos com os mesmos ingredientes, que podem fazer com a ajuda dos mais novos! Foi uma das receitas que fizemos no episódio do Bites à la Carte dedicado ao Halloween.

Bolo Red Velvet

Por Carla Rocha

O Bolo Red Velvet é um clássico da pastelaria americana. O mais usual de ver é Bolo Red Velvet recheado e coberto com Creme de Queijo, o que para o meu paladar fica um pouco doce demais. Gosto de bolos que tenham sabores não muito enjoativos, em que se usam frutas ou curds para cortar o doce e é assim que costumo fazer o meu Bolo Red Velvet. Neste que aqui mostro, usei apenas o bolo, sem recheio, pois a finalidade foi ter pequens quadrados que fizeram parte de uma Tábua de Doces, a tábua que montei no primeiro episódio do Bites à la Carte. Esta receita foi inspirada na Receita da La Dolce Rita!

Mini Cinnamon Rolls

Por Carla Rocha

Digam-me lá se estes Mini Cinnamon Rolls não são uns bolinhos fofos? Aliás, sempre se disse que tudo o que é pequenino, é fofinho! Estes são uns bolinhos de canela, com um sabor, não muito doce e parecido ao sabpr dos bolos de canela da Ikea. A receita é simples de fazer, sendo que o que poderá demorar mais tempo, é a montagem dos bolos. Sendo uma massa que leva fermento de padeiro, tem sempre tendência para crescer, contudo e como não queremos os nossos bolinhos muito grandes, o ideal, é sempre que se vai estender uma tira de massa para formar bolinhos, amassar um pouco para baixar o grau de levedação. Depois de moldados os bolinhos vão a cozer ao forno e pode acontecer, a forma de caracol abrir. Para evitar, deve cozê-los em etapas, isto é, sempre que acabar de estender e moldar uma porção de bolos, coza-os logo, pois no tempo em que estão à espera, os bolos levedam e crescem o que faz com que abram mais facilmente no forno. Dicas dadas, agora é por as mãos na massa e entrar no mundo dos ‘mini’, onde já por aí andam as Mini Panquecas!

Bolo de Limão com Sementes de Papoila

Por Carla Rocha

Este foi o bolo de domingo passado, um Bolo de Limão com Sementes de Papoila, bem cítrico. Não posso escrever que reuniu o consenso cá em casa, pois a Joana nem o provou e o Francisco provou a medo. Já eu, estou a regalar-me com o dito, ainda por cima neste tempo horrível de calor. A massa fica fofa e o glacé em cima ‘é a cereja no topo do bolo’, cítrico até mais não! Se não tiverem sementes de papoila, podem fazer sem, podem até, ao invés das sementes, usar, por exemplo, fruta como mirtilos ou framboesas (acho que o próximo vai ser com mirtilos, não tivesse eu uma tonelada de limões para gastar!). Façam, provem, não assumam logo que não gostam, é diferente sim, mas é delicioso! Aliás é um verdadeiro clássico americano.

Bolo de Queijo, Framboesas e Limão

Por Carla Rocha

Quase que podia dizer que este Bolo de Queijo, Framboesas e Limão, é um bolo cheesecake, pelos ingredientes principais. É um bolo diferente dos usuais, a sua massa antes de cozer, é uma massa pesada, que depois de cozida se transforma numa massa fofa. As framboesas e o limão, dão-lhe um toque ácido que lhe retira o sabor doce, pelo que não pensem que tem açúcar em excesso. Fi-lo no domingo e já foi todo, aliás, fi-lo em duas formas e um dos bolos foi para a Joana levar para um grupo de estudo. Pelo que contou, os colegas gostaram imenso. Experimente fazer, se não tiver framboesas, faça-o com mirtilos, por exemplo. Não o deixe é de fazer!

Bolo de Aniversário com Fruta

Por Carla Rocha

Desde 2003 que o feriado de 10 de Junho, cá em casa, deixou de ser o dia de Portugal, para ser o dia da Joana. Sendo feriado, temos sempre a possibilidade de festejar o aniversário no próprio dia. Este ano não foi exceção, contudo e porque ainda estamos a viver tempos de confinamento, o dia foi passado exclusivamente em família, sem qualquer outro convidado. Valeu à Joana, as tecnologias, que lhe permitiram estar virtualmente perto dos amigos e com eles festejar à sua maneira. Para cantarmos os parabéns, fiz este bolo, que tem vindo a tomar o seu lugar no top de preferidos cá em casa. Não é um bolo muito doce e é bastante equilibrado em termos de sabor e de frescura. A massa é de chocolate, sendo recheado e coberto com creme de cheesecake. A fruta dá-lhe o toque ácido que faz toda a diferença. Não é um bolo de uma profissional, apenas de uma mãe que gosta de fazer um pouco de tudo, inclusive os bolos de aniversário cá de casa. Com ele cantámos os parabéns aos 17 anos da Joana.