Categoria: Prato Principal

Categoria onde reunimos as receitas para preparação da nossa oferta de Pratos Principais

Paella

Por Carla Rocha

Um prato típico da vizinha Espanha, que eu andava há algum tempo com vontade de comer, a Paella… saiu esta no fim de semana. Uma Paella com Frango, Lulas e Camarão, uma refeição completa que fez as nossas delícias. Embora dê algum trabalho e tenha alguma técnica, não é nada difícil de fazer, basta seguir as indicações que lhe deixei e vai ver que vai ter uma deliciosa Paella à sua mesa. Embora nesta que aqui apresento não tenha colocado (esqueci comprar), costumo colocar pimento vermelho, que frito juntamente com o frango logo no inicio e reservo, para decorar no final, juntamente com os camarões. A minha frigideira de Paella é da Ikea e tem 38 cm.

Omelete na Tortilha

Por Carla Rocha

Esta Omelete na Tortilha saiu num almoço rápido de dia de semana. A Joana não estava em casa, pelo que pude dar asas à minha criatividade e ir ao sabor do que me apetecia. Cogumelos e espinafres são uma das minhas combinações preferidas, pelo que saiu uma omelete de cogumelos e espinafres que foi depois enrolada em tortilhas, dando-lhe um aspeto de torta. O vídeo de como a fiz, podem vê-lo no instagram.

Gnocchi com Molho de Tomate e Beringela (assados) e Cogumelos Portobello

Por Carla Rocha

Esta receita saiu na tentativa de reproduzir um gnocchi ou nhoque, como o quiserem chamar, que comi há uns dias atrás num restaurante. Lembrei-me de o fazer, para responder ao repto lançado pela Teresa do Healthy Bites, em que começou um movimento no Instagram em defesa do Tomate Coração de Boi, que tantas vezes não é bem identificado. Fiz o molho uns dias antes e guardei para este Gnocchi com Molho de Tomate e Beringela (assados) e Cogumelos Portobello. Posso dizer que ficou delicioso. É uma refeição que posso dizer que é rápida, pois tendo o molho já pronto, em menos de 30 minutos, conseguimos colocá-la na mesa. Os cogumelos portobello, como sempre, dão um sabor marcante ao prato. Na descrição da receita, vou deixar as instruções para o molho, contudo, podem usar qualquer molho de tomate da vossa eleição, tenham é atenção de usar um molho equilibrado, em que o ácido do tomate, não seja muito marcante, para não alterar os sabor final. Se quiserem ver como fiz este gnocchi, visitem no meu perfil de instagram, onde podem encontrar um vídeo com o passo a passo, vejam-no aqui!

Massa com Carne e Lentilhas

Por Carla Rocha

Poderia dizer que esta é uma das minhas comidas de conforto, uma bela Massa de Carne e Lentilhas, bem deliciosa! Embora leve algum tempo, pois a carne tem que cozer bem, cozo-a na pressão para ser mais rápido, vale bem a pena a espera. Gosto de a deixar bem ‘águadinha’, como molho suficiente para a comer à colher. Esta Massa de Carne e Lentilhas, enche-me as medidas todas!

Biqueirões Albardados

Por Carla Rocha

Sabem aqueles pratos que sempre existiram em casa dos pais e que na altura não gostávamos, mas que quando fomos viver sozinhos e para longe deixámos de ter acesso, pelo que se tornaram alvo de desejo absurdo? pois bem, estes Biqueirões Albardados, estão na minha lista de pratos de desejo! É um prato típico de Olhão e a maior dificuldade está no arranjar do peixe e foi isto que aprendi desta vez. A minha mãe esteve a ensinar-me a tirar a espinha ao dito para que a partir de agora, os possa preparar em casa. Estes Biqueirões Albardados, são uns simples filetes, temperados com sal, limão, alho e pimenta branca que depois de estarem pelo menos 24 horas a marinar, são passados pela farinha e pelo ovo. Aqui em casa, não o fazemos, mas pode-se juntar ao ovo, cebola e salsa picada. Estes Biqueirões Albardados tanto servem como componente de um prato principal, acompanhado por um arroz malandro de tomate, como de entrada ou petisco. Aqui em casa gostamos de os comer frios, no pão!

Caril Tailandês de Frango e Legumes

Por Carla Rocha

Nesta época em que as viagens estão suspensas e mesmo as visitas aos restaurantes estão condicionadas, nada como recriar casa pratos que nos transportam para outros lugares. Com este Caril Tailandês de Frango e Legumes, viajei até à Tailândia, com sabores exóticos e picantes. Foi um caril que provei pela primeira vez num restaurante no Porto e que se tornou num dos meus preferidos. Andava com vontade de o fazer há algum tempo e ainda bem que o fiz, pois o resultado superou as minhas expectativas! Usei uma pasta de caril amarelo, de compra, o que simplificou muito o processo, que acaba por ser simples e rápido. Deixo o link de onde comprei nos ingredientes. Com o entusiasmo de o fazer, acabei foi por me esquecer de juntar os rebentos de soja que tinha comprado para o efeito. Fica para a próxima! Espero que gostem da sugestão.

Arroz de Frango com Limão e Tomilho, no Forno

Por Carla Rocha

Não sei se já experimentaram, mas cozer o arroz no forno, deixa-o com um sabor diferente, na minha opinião, muito agradável. Este Arroz de Frango com Limão e Tomilho, no Forno, é um dos meus favoritos. O sabor do frango, mistura-se com o do limão, o que pode não agradar a todos, mas que me agrada a mim e muito. Sou daquelas que gosta de limão em tudo! Este arroz, começa-se a fazer no fogão, sendo depois terminado no forno, onde o arroz coze por completo. Há aqui uma mistura de sabores que conjugam muito bem, Frango, Limão, Alhos, Tomilhos e na hora de servir, Queijo Feta. Experimente e depois diga-me se gostou!

Lombinhos de Porco com Bacon e Queijo Chévre

Por Carla Rocha

Esta é uma receita simples, que não requer que se façam muitos planos para a fazer, pois não é necessário temperar a carne com antecedência. Eu costumo temperá-la e enrolá-la no bacon, minutos antes de entrar no forno. Estes Lombinhos de Porco com Bacon e Queijo Chévre são ótimos para quem gosta destes paladares, contudo se gostar de sabores mais simples, retire-lhes o queijo, ou até o bacon, ficam saborosos, mas não tão gulosos!

Pizza com Massa de Espelta

Por Carla Rocha

Desde que experimentei esta massa exclusivamente com farinha de espelta, que nunca mais fiz pizza com outra. É fácil e simples de fazer, dispenso inclusive a batedeira, amasso-a à mão. O tempo de repouso para levedação é aproximadamente 1 hora, pelo que quando a faço, é sempre sem muito planeamento, tal como foi ontem ao jantar. Pelas 18:30 lembrei-me de fazer pizza e assim foi. Antes das 20:00 já as pizzas estavam a caminho do forno, com molho de tomate caseiro feito enquanto a massa levedava. Assim sem pensar muito, tivemos um excelente jantar de pizza. Não variei muito nos toppings, basicamente foi mozarela, fiambre, chourição e bacon, tendo depois manjericão para colocar por cima na hora de comer. As fotografias são as possíveis, tiradas a correr entre o forno e a mesa, já com todos à espera. Só posso dizer, que bem que nos soube!

Choco Frito à Moda de Setúbal

Por Carla Rocha

O Choco Frito é um prato bastante apreciado e tradicional da zona de Setúbal. Ao contrário do que se pensa, não é nada difícil de fazer, apenas temos que seguir as indicações básicas e usar choco de boa qualidade. O choco que usei, estava congelado e deixei a descongelar na véspera. Na manhã do dia em que o confecionei, amanhei-o e cortei-o. Deve cortá-lo nas dimensões que desejar, sendo que não deve exceder a grossura de um dedo, para que não fique demasiado grande. Guarde-o no frigorífico até à hora de o preparar (não é necessário temperar previamente). Se usar tiras de choco congeladas, deixe-as descongelar no frigorifico de véspera. Sirva-o acompanhado de gomos de limão, ou se gostar, de uma maionese de limão e coentros, combina muito bem!