Tag: #fácil

Receitas fáceis

Noodles de Frango

Por Carla Rocha

Sempre fiz noodles, mas agora que comecei a fazer sushi em casa, é obrigatório fazer noodles de frango para a Joana quando comemos sushi. Assim parece mesmo que fomos comer fora, pois é o que comemos no restaurante, pois a Joana não gosta de sushi. Claro que aproveito e faço sempre um pouco mais, pois nós também gostamos sempre de experimentar, ou então para que sirva para ‘redon’. Os noodles são super rápidos de preparar, normalmente só os preparo perto da hora de nos sentarmos à mesa e já depois de ter o sushi todo pronto. A quantidade de molho de soja, depende do gosto de cada um, pelo que recomendo que de início adicione pouco e vá adicionando mais, pouco a pouco, tendo em atenção que é um molho muito salgado.

Pão de Ló com Ovos Inteiros

Por Carla Rocha

Esta é daquelas receitas que servem para diversos fins, bolo redondo, bolo quadrado, torta, etc… simples assim como na foto ou com adição de chocolate, aroma de limão, o que quiser. A base é esta: pesar os ovos, usar o mesmo peso dos ovos em açúcar e metade do peso em farinha. Desta vez fi-lo num impulso, quando a vontade por doces venceu a inercia e, que bom que foi 😊. Fácil, rápido e deliciosoooo!

Bolo Salgado com Sabor Italiano

Por Carla Rocha

Aqui em casa, esta é uma receita obrigatória nos picnics de família. É fácil, rápida e prática de comer. Uma receita bem versátil de bolo salgado, onde se podem variar os sabores e a forma como se coze. A base da receita são a farinha e os líquidos (ovos, leite e azeite), sendo depois possível adicionar ingredientes, conforme o que se gosta, ou até conforme o que se tem em casa. Milho, queijo de várias qualidades, enchidos, legumes, carnes fumadas, etc., o que mais gostar. Pode também ser enriquecido com ervas aromáticas, como por exemplo, orégãos, manjericão ou tomilho. Aqui foi feito em forma de bolo inglês, mas fica igualmente bem feito em formas de queques ou mesmo num tabuleiro para depois cortar em quadrados.

Ovos Rotos com Cogumelos

Por Carla Rocha

Sem dúvida que os ovos rotos são um dos Fast Foods feitos em casa que mais nos agrada. Neste que aqui agora vos apresento, dei-lhes um complemento que os tornou ainda mais saborosos, cogumelos. Mesmo com esta adição, são uma refeição rápida e fácil, ao alcance de todos. Deslizem até mais abaixo para verem a delícia que isto é… experimentem e depois contem-me se gostaram!

Pão de Açafrão sem Amassar

Por Carla Rocha

Este foi um dos pães que fiz para o direto do instagram com a Ana Guiomar na @maejanaotenhosopa. A receita base é bastante versátil e pode ser ajustada a diferentes tipos de farinha, recheio ou até sabor como foi o caso neste pão de açafrão. A receita foi feita pela metade, obtendo desta forma, um pão mais pequeno. Fiz exatamente o mesmo com o pão de Beterraba que também encontram aqui nesta nossa cozinha. O pão de açafrão é muito fácil de fazer, pois sendo o açafrão/curcuma uma especiaria em pó, foi apenas necessário adicioná-lo à farinha. A cor final do pão, é de um amarelo berrantes e os sabor bem marcante. ‘Bora’ lá meter mão (colher de pau) na massa?

Pão de Beterraba sem Amassar

Por Carla Rocha

Muitos têm sido os pães que têm saído das nossas cozinhas. Este foi feito para mostrar no direto do instagram com a Ana Guiomar na @maejanaotenhosopa. A receita base é bastante versátil e pode ser ajustada a diferentes tipos de farinha, recheio ou até sabor como foi o caso neste pão de beterraba. Sendo que é um pão que aqui em casa não reúne o consenso de todos, optei por fazer a receita pela metade, obtendo desta forma, um pão mais pequeno. Fiz exatamente o mesmo com o pão de Açafrão que também encontram aqui nesta nossa cozinha. Neste caso da beterraba, o que aconselho e que eu não fiz, pois comprei a beterraba já cozida, é que se a cozerem em casa, usem a água da cozedura, já fria, para fazer o pão, pois vai ajudar a intensificar a cor. Não se iludam pela cor da crosta, o miolo ficou castanho. ‘Bora’ lá meter mão (colher de pau) na massa?

Bagels de Dois Ingredientes

Por Carla Rocha

Muitas são as receitas que a mistura de iogurte e farinha permitem fazer… sendo estas bagels uma delas. O nome da receita é Bagels com Dois Ingredientes, uma vez os outros dois, sal e sementes, são opcionais. Embora a receita não siga os passos das receitas tradicionais de bagels, o resultado final cumpre o seu propósito. Umas bagels fofas e bem saborosas. O melhor é que em pouco tempo consegue servi-las, pois não há tempo de repouso, nem cozedura em água. Nos ingredientes, coloquei as quantidades que usei, contudo se achar que a massa está muito mole e pegar, pode usar farinha, até aos 3 copos. Basta fazer a massa, moldar e cozer as bagels. Não acredita? Veja a receita e atreva-se a experimentar!

Pão de Trigo, Espelta e Sementes sem Amassar

Por Carla Rocha

Este é o segundo pão no ciclo de pão sem amassar e é um pão de aproveitamento. Digo aproveitamento, porque misturei três tipos de farinha: Farinha de trigo T65, farinha de trigo T55 e farinha de espelta. Às farinhas, juntei ainda sementes. Optei por esta mistura, por ter restos de farinha de trigo, em pacotes abertos. Claro que aí em casa não precisam de o fazer. Foi apenas uma forma de também vos mostrar que podemos improvisar com o que temos em casa. Quanto à farinha de espelta, usei tipo 1050 cuja data de validade terminou no dia 20.02.2020, o que também serve para demonstrar, que muitas vezes as datas de validade são meramente indicativas, pois se o produto não apresentar alterações, pode-se consumir. Em sumo, um pão cuja confeção que tinha tudo para correr mal, mas que como podem ver pelas fotos, correu até muito bem!

Pão de Trigo sem Amassar

Por Carla Rocha

Embora nos últimos tempos tenha feito sempre pão com fermento natural, algo que estamos todos um pouco mais condicionados e nem todos temos este tipo de fermento, saiu um pão de trigo, com fermento seco e sem amassar. Basta juntar todos os ingredientes, deixar repousar e depois cozer o pão. Mais fácil não há, é uma receita bem acessível a todos, mesmo a quem nunca fez pão! Este pão necessita de um tempo de repouso entre as 8 e as 12 horas e até um máximo de 24 horas. Se não tiver fermento seco, pode usar fermento fresco de padeiro, sendo que a quantidade de fermento fresco a usar, é sempre o dobro da quantidade do fermento seco. Quanto à utilização do fermento fresco, este deve ser diluído na água.

Batatas a Murro na Frigideira

Por Carla Rocha

Esta é uma receita q.b., isto é, não coloquei quantidades, apenas os ingredientes para que sirvam de referência. É uma receita bem simples de fazer, cujo o resultado final é excelente e pode ser usada como acompanhamento de um sem número de pratos principais, de carne ou peixe. Serve ainda para aproveitar sobras de batata cozida. Aqui o importante é que a batata esteja bem cozida, para que esmague bem e também, que deixe fazer bem em ambos os lados para que fiquem crocantes.