Tag: #milho

Receitas com milho.

Arepas de Queijo

Por Carla Rocha

As Arepas são típicas da Venezuela, que foi onde o Francisco cresceu dos 3 aos 18 anos. Tal como outros pratos que faço, as Arepas tornaram-se presentes na nossa alimentação. Estas são Arepas de Queijo, que levam queijo na massa e no recheio. São bem fáceis e rápidas de fazer, uma vez que estes ‘pãezinhos’ não precisam de levedar. A única dificuldade poderá passar por encontrar a farinha de milho cozido, sendo que nos hipermercados como o Jumbo ou Continente, costumam ter sempre disponível da marca original a PAN. Na Mercadona, também têm de marca própria. Sendo as Arepas exclusivamente de milho, são sem glúten, sendo uma boa opção para doentes celíacos. Estas que aqui vos apresento, conforme já escrevi acima, têm queijo na massa, são bem saborosas. Pode usar qualquer tipo de queijo que goste, tendo em atenção, que quanto mais forte for o queijo, mais forte será o sabor. Um ponto a ter em consideração é usar um queijo que derreta bem como mozarela, flamengo, edam, emmenthal, etc. pois só assim iremos ter umas Arepas de Queijo, daquelas que criam fios de queijo derretido. Termino dizendo que aqui em casa se comem arepas em qualquer refeição, seja como entrada, como prato principal, acompanhadas por exemplo de uma salada, ou até como lanche. O que importa é haver e comer, diz o Francisco. Os vídeo de como as fiz, podem vê-lo no destaque próprio que criei no nosso instagram @cozinhaalacarte.Espero que gostem da sugestão!

Arroz de Milho e Chouriço

Por Carla Rocha

Aqui em casa eu e a Joana somos fãs de arroz malandro, daquele com o caldo grosso e este Arroz de Milho e Chouriço é um dos que mais gostamos como acompanhamento. Volta e meia, lá vem a Joana pedir para o fazer e o que vale, é que nos sabe sempre bem!

Salada em Camadas

Por Carla Rocha

Quando tive que dar o nome a esta salada para a colocar aqui no site, fiquei um pouco à deriva sem saber que nome lhe dar. O calor tem sido muito e só nos apetece pratos frios. Esta salada foi feita para um jantar de semana, onde reuni numa taça, em camadas, os ingredientes que tinha em casa: Alface, Cenoura, Pepino, Rabanete, Milho e Abacate. Como serviu de refeição principal, aproveitei para usar uns camarões cozidos que tinha no frigorífico e, como a Joana não gosta de camarão, grelhei na frigideira um peito de frango que já tinha temperado, tendo este sido feito com antecedência a tempo de estar frio na hora de consumir a salada. Talvez possa dizer que é uma salada para aproveitar o que tenho em casa, mas que agrada a todos e que pode ser feita como o que se tiver e usando combinações de ingredientes que combinem, o que depende muito do gosto de cada um! Em baixo pover na galeria fotografias de todas as camadas e também do molho.

Broa de Milho, Trigo e Centeio

Por Carla Rocha

Esta Broa foi feita juntamente com a Broa com Chouriço, a massa é a mesma, apenas não lhe adicionei chouriço. Fica bem saborosa e com uma crosta super crocante. A minha mãe prefere-a assim, sem o chouriço, diz que lhe sabe mais a broa, já a Joana, sem chouriço não lhe pega. Já eu gosto de qualquer forma. Há que agradar a todos!

Broa com Chouriço

Por Carla Rocha

Hoje foi dia de broa cá em casa. Fiz broa com e sem chouriço. Esta broa é feita com três farinha distintas: milho amarelo, centeio integral e trigo e tendo milho, tem a particularidade de se ‘cozer’ a farinha no início do processo com água a ferver. É uma etapa que tem que ser feita com calma e que até custa um pouco, pela temperatura que temos que suportar, mas nada impossível, faço-o sem problema, só custa mesmo no início. Aqui para a broa de chouriço tive um percalço, pois pensei que tivesse mais chouriço e tenha apenas meio, pelo que usei também chourição. Na receita coloquei a quantidade de chouriço necessária. Também para fazer a broa que vêm na foto, amassei massa com 1 kg de farinhas, tendo dividido a massa ao meio na hora de colocar o chouriço. As quantidades que aqui estão na receita, são para uma broa como a da foto.

Xarém com Amêijoas e Camarões

Por Carla Rocha

O Xarém é um prato típico de Olhão e por norma é comido sempre com bivalves da Ria Formosa. Os mais conhecidos são o Xarém de Conquilhas e o Xarém de Amêijoas. O que aqui apresentamos hoje, é feito segundo o método tradicional, sem adição de qualquer produto que lhe confira sabor (ex. caldos), apenas adicionámos uns camarões cozidos que tínhamos em casa. Quem quiser ver todo o método de preparação, pode fazê-lo no Instagram onde preparámos uma storie dedicado ao Xarém.