Tag: #regional

Broas dos Santos de Batata Doce

Por Carla Rocha

Estas Broas de Batata Doce, são até agora as melhores que já fiz e foram as que mais percalços tiveram na sua execução. Comecei por apenas ter amêndoas em casa, logo eu que gosto de encher as broas de frutos secos! O maior dos precalços foi mesmo, só me aperceber que não tinha fermento para bolos em casa, quando já as estava a fazer… Sabem que mais? não foi necessário, eu que junto sempre um pouco de fermento, fi-las agora sem o mesmo e com a ajuda da farinha Branca de Neve, cresceram que foi um mimo, ficaram super fofas. Acabou o fermento nas broas! De resto só vos posso dizer para experimentarem, valem bem a pena, são macias e muito saborosas estas broas. Com elas faço o meu Pão por Deus, este ano muito diferente do habitual, mas fica o desejo de no próximo ano, tudo voltar ao normal.

Broa de Milho, Trigo e Centeio

Por Carla Rocha

Esta Broa foi feita juntamente com a Broa com Chouriço, a massa é a mesma, apenas não lhe adicionei chouriço. Fica bem saborosa e com uma crosta super crocante. A minha mãe prefere-a assim, sem o chouriço, diz que lhe sabe mais a broa, já a Joana, sem chouriço não lhe pega. Já eu gosto de qualquer forma. Há que agradar a todos!

Moletinhos de S. Vicente (Arrufadinhas)

Por Carla Rocha

Quando vi esta receita no facebook da ‘7 Gramas de Ternura’, decidi imediatamente que tinha que a fazer! Não sei se foi o fantástico aspeto, mas comi com os olhos estes Moletinhos de S. Vicente, muito parecidos, senão quase iguais a arrufadinhas. Não são nada dificéis de fazer, apenas consomem tempo, pois têm diferentes fases de levedação. O indicado é começar a fazer a massa na véspera do dia em que as quiser consumir. Nos tempos totais que coloquei, não estão referenciados os tempos de pausa para levedação, esses ficam mencionados na descrição da receita.

Morgado Fingido

Por Carla Rocha

Se há bolo pelo qual nutro sentimentos, é este, o Morgado Fingido. O bolo que a minha avó tantas vezes me vez para eu trazer para casa… quem me dera que o continuasse a fazer. A minha avó Juliana tinha uma mão para a cozinha como não há muitas, tudo o que ela fazia era delicioso! Este é um bolo de amêndoa e chila em que se usa apenas uma colher de sopa de farinha, pelo que se o quiserem adaptar para ser sem glúten, omitam a farinha, ou substituam-na por outro farinha de tipo. Sendo a quantidade tão reduzida, não haverá problema. Aqui o importante é sempre o mesmo, façam-no! É deveras simples, basta misturar tudo e levar ao forno.

Carne de Porco com Conquilhas

Por Carla Rocha

Quando estamos em Olhão, aproveitamos para comer o que gostamos e que só lá conseguimos comer, como as conquilhas. Estas conquilhas com carne de porco, fazem um prato fácil, saboroso e que nos enche a medidas as todos! Nem precisa de temperar a carne com antecedência.