Método de Preparação: Fogão

Receitas cujo método de confecção é no fogão

Salada em Camadas

Por Carla Rocha

Quando tive que dar o nome a esta salada para a colocar aqui no site, fiquei um pouco à deriva sem saber que nome lhe dar. O calor tem sido muito e só nos apetece pratos frios. Esta salada foi feita para um jantar de semana, onde reuni numa taça, em camadas, os ingredientes que tinha em casa: Alface, Cenoura, Pepino, Rabanete, Milho e Abacate. Como serviu de refeição principal, aproveitei para usar uns camarões cozidos que tinha no frigorífico e, como a Joana não gosta de camarão, grelhei na frigideira um peito de frango que já tinha temperado, tendo este sido feito com antecedência a tempo de estar frio na hora de consumir a salada. Talvez possa dizer que é uma salada para aproveitar o que tenho em casa, mas que agrada a todos e que pode ser feita como o que se tiver e usando combinações de ingredientes que combinem, o que depende muito do gosto de cada um! Em baixo pover na galeria fotografias de todas as camadas e também do molho.

Pickles Agridoce

Por Carla Rocha

Não comece a ler esta receita, pensando que não gosta de pickles, não, mantenha a mente aberta e pense que tem que experimentar, pois são tão fáceis, que é imperdível não os fazer. Se não gostar, o que não acredito, fica com um mimo para oferecer a alguém! A receita não é minha, é da Nini do MyPaleoExperience, que tem sempre receitas maravilhosas, Quando a Nini partilhou estes pickles, fiquei logo com eles nos olhos (a fotografia está linda). Agora depois de ter feito e comido, passaram a ser também um bocadinho meus, pois já não os largo 😊. Apenas fiz uma alteração à receita original, que foi no tipo de mostarda, usei L’Ancienne (com grãos de mostarda), que era a que tinha em casa. Pode usar a que tiver. Vá agora vamos lá à receita para que possa experimentar!

Noodles de Frango

Por Carla Rocha

Sempre fiz noodles, mas agora que comecei a fazer sushi em casa, é obrigatório fazer noodles de frango para a Joana quando comemos sushi. Assim parece mesmo que fomos comer fora, pois é o que comemos no restaurante, pois a Joana não gosta de sushi. Claro que aproveito e faço sempre um pouco mais, pois nós também gostamos sempre de experimentar, ou então para que sirva para ‘redon’. Os noodles são super rápidos de preparar, normalmente só os preparo perto da hora de nos sentarmos à mesa e já depois de ter o sushi todo pronto. A quantidade de molho de soja, depende do gosto de cada um, pelo que recomendo que de início adicione pouco e vá adicionando mais, pouco a pouco, tendo em atenção que é um molho muito salgado.

Pica Pau com Molho de Francesinha

Por Carla Rocha

Normalmente o pica pau faço-o depois de ter feito francesinha e com alguns dos ingredientes que sobram, como as carnes e até o pão. Claro que tendo molho, se pode fazer quando se quiser, pois sabe sempre bem. Aqui em casa, servimo-lo como o gostamos de comer, com pão torrado. Aprendemos no Café Turista que é um café que serve este tipo de snacks aqui na Maia e a que gostamos muito de ir.

Francesinha

Por Carla Rocha

A francesinha é um prato típico do Porto, embora já seja feita em vários pontos do país e do mundo. As receitas que existem são muitas, com as mais diversas variações, desde francesinha de carnes brancas, francesinhas de marisco, francesinhas vegetarianas, etc. Aqui em casa, faço normalmente a francesinha dita tradicional. A bem dizer, o que difere e faz diferença na francesinha é o molho, pois é este o seu ponto forte e o que marca a diferença entre elas. Existem diversas receitasd e molho e eu própria já tenho feito algumas. Aqui coloco uma receita de um molho equilibrado e que satisfaz os paladares aqui em casa.

Feijoada Brasileira (Rápida e Fácil)

Por Carla Rocha

Como quase todas as receitas que faço, esta é uma receita fácil e rápida. Não é uma verdadeira e típica feijoada brasileira, em que cozemos o feijão em casa e se usam carnes salgadas. Não, é uma feijoada ao alcance de todos, rápida de fazer e que cumpre a função de ser deliciosa para os amantes deste tipo de comida e especialmente de feijão preto, que só por acaso, é o feijão preferido, tanto do Francisco como da Joana. O feijão que usei foi enlatado e as carnes, rojões e costelinha (partida ao meio para ficar ainda mais pequena). Para acompanhar, aconselho arroz branco e claro se tiver, farofa.

Molho de Francesinha I

Por Carla Rocha

Este molho, embora seja o molho que uso para a francesinha, é também usado noutro tipo de sncaks, como pica-pau ou cachorros e pode ser usado também, noutro tipo de alimentos, conforme o gosto de cada um. Há inclusive um café no Porto que serve Bola de Carne com Molho de Francesinha. O que eu costumo fazer, é fazê-lo em maior quantidade quando o faço, para ter sempre reserva guardado no frigorifico, dentro de frascos.

Arroz de Sushi

Por Carla Rocha

Esta receita foi-me facultada pela Susana do Em Busca do Cardamomo Perdido. A única diferença são mesmo as quantidades. Para fazer este arroz, irá necessitar de arroz próprio para sushi, que encontrará na maioria dos supermercados. Aqui no site, tem no blog um artigo completo, onde falo sobre como fazer sushi em casa, desmistificando o processo e dando algumas dicas e sugestões essenciais. Também encontra aqui nesta cozinha, a receita com as quantidades necessárias para fazer o sushi. A receita da Susana é para fazer o arroz no robot de cozinha, contudo deixo os passos que deve seguir, caso opte para o fazer num tacho. A seguir, encontram o vídeo de todo o processo que segui para fazer o sushi em casa, sendo a primeira parte do vídeo, dedicada ao arroz.

Ovos Rotos com Cogumelos

Por Carla Rocha

Sem dúvida que os ovos rotos são um dos Fast Foods feitos em casa que mais nos agrada. Neste que aqui agora vos apresento, dei-lhes um complemento que os tornou ainda mais saborosos, cogumelos. Mesmo com esta adição, são uma refeição rápida e fácil, ao alcance de todos. Deslizem até mais abaixo para verem a delícia que isto é… experimentem e depois contem-me se gostaram!

Shoarma

Por Carla Rocha

Shoarma ou Shawarma, para quem não conhece, é um prato oriundo do médio oriente, que se caracteriza pelo forte sabor a especiarias, mais concretamente uma mistura de 10 especiarias. Basicamente é carne temperada com a mistura, que marina durante 24 horas, sendo depois cozinhada em espetos, dos quais se vão cortando pequenos pedaços para servir. Em casa, o processo é bem mais simples, pois tempera-se a carne já cortada em pedaços pequenos prontos a ser cozinhados. O tipo de carne que costumo fazer mais vezes, é a carne de porto, mas pode ser feito com carne de vaca, frango ou borrego que é a mais usada no médio oriente. O molho que o acompanha, é também ele característico, sendo usado tanto na carne, como molhar as batatas fritas que o acompanham. Para servir, tanto pode ser no prato, como numa pita, que é um pão achatado que serve para rechear com a carne. Deixamos aqui a receita completa para que possa fazer o seu shoarma em casa.