Opções de impressão:

Pão de Trigo, Espelta e Sementes sem Amassar

Rendimentos1 DoseTempo Preparação5 minsTempo de Confecção50 minsTempo Total55 mins

Este é o segundo pão no ciclo de pão sem amassar e é um pão de aproveitamento. Digo aproveitamento, porque misturei três tipos de farinha: Farinha de trigo T65, farinha de trigo T55 e farinha de espelta. Às farinhas, juntei ainda sementes. Optei por esta mistura, por ter restos de farinha de trigo, em pacotes abertos. Claro que aí em casa não precisam de o fazer. Foi apenas uma forma de também vos mostrar que podemos improvisar com o que temos em casa. Quanto à farinha de espelta, usei tipo 1050 cuja data de validade terminou no dia 20.02.2020, o que também serve para demonstrar, que muitas vezes as datas de validade são meramente indicativas, pois se o produto não apresentar alterações, pode-se consumir. Em sumo, um pão cuja confeção que tinha tudo para correr mal, mas que como podem ver pelas fotos, correu até muito bem!

Pao de Trigo Espelta e Sementes

 300 g Farinha de Trigo T65 (ou T55)Usei 170g T65 e 120g T55
 200 g Farinha de Espelta, tipo 1050Uso tanto 1050, como 630
 390 g Água
 7 g Fermento seco (15 g fermento fresco)
 7 g Sal fino
 60 g Sementes variadas
1

Numa taça grande, coloque primeiro a farinha e de seguida o fermento e o sal, em lados opostos da taça. Por fim, junte as sementes.

2

Misture bem os secos.

3

Adicione a água e misture com a colher de pau, até obter uma bola.

4

Se necessário, com a ajuda de um salazar, limpe as paredes da taça.

5

Tape a taça com papel aderente e coloque a repousar em local seco e sem corrente de ar.

6

A massa vai começar a levedar lentamente, devendo pelo menos, dobrar de volume. Este ciclo deve levar entre 8 a 12 horas, consoante as condições climatéricas da sua casa, podendo ir até às 24 horas.

7

Esta massa foi preparada de manhã, para ser cozida ao final da tarde. Esteve a levedar cerca de 11h20m

8

Quando quiser cozer o pão, ligue o forno a 270ºC ou 250ºC, caso seja esta última a temperatura máxima do seu forno.

9

Este passo agora é deveras importante para o resultado final do pão. Este deve ser cozido numa panela com tampa, de preferência de ferro, mas pode também ser de barro ou pirex.

10

Quando ligar o forno, coloque a panela dentro, tapada para aquecer, o que deve demorar cerca de 30 minutos.

11

Entretanto, enfarinhe a bancada de trabalho com farinha e derrame a massa em cima, com cuidado para não lhe retirar muito ar.

12

Com cuidado, puxe as extremidades da massa para o centro da mesma, fechando-a como se fosse um envelope.

13

Volte a massa ao contrário e rodando-a, forme uma bola.

14

Caso não se sinta, muito à vontade para mexer na massa, salte os três pontos anteriores. Coloque uma folha de papel vegetal sobre a bancada, enfarinhe a folha e coloque a massa em cima.

15

No caso de ter formado a bola, coloque a bola, caso contrário, verta a massa diretamente da taça para o papel vegetal.

16

Se a massa o permitir, isto é, se não estiver muito mole, pode fazer um corte na mesma, senão não se preocupe que a diferença é apenas estética.

17

Nesta fase, vai ter que ter cuidado, pois vai ter que retirar a panela do forno, colocá-la na bancada, abrir a tampa e com cuidado colocar o a massa dentro, usando o papel vegetal como guia.

18

Volte a tapar a panela e leve-a ao forno, por 30 minutos.

19

Findo este tempo, abra o forno, tire a tampa, volte a fechar o forno e deixe cozer mais 20 minutos.

20

Estes últimos 20 minutos, sem tampa, vão permitir que a crosta engrosse e fique mais estaladiça.

21

Quando o tempo terminar, com cuidado, retire a panela do forno.

22

Ainda com cuidado, retire o pão da panela e coloque-o sobre uma grelha a arrefecer, pelo menos 15 minutos antes de o cortar.