Cozinha: Americana

Bolo Red Velvet

Por Carla Rocha

O Bolo Red Velvet é um clássico da pastelaria americana. O mais usual de ver é Bolo Red Velvet recheado e coberto com Creme de Queijo, o que para o meu paladar fica um pouco doce demais. Gosto de bolos que tenham sabores não muito enjoativos, em que se usam frutas ou curds para cortar o doce e é assim que costumo fazer o meu Bolo Red Velvet. Neste que aqui mostro, usei apenas o bolo, sem recheio, pois a finalidade foi ter pequens quadrados que fizeram parte de uma Tábua de Doces, a tábua que montei no primeiro episódio do Bites à la Carte. Esta receita foi inspirada na Receita da La Dolce Rita!

Mini Cinnamon Rolls

Por Carla Rocha

Digam-me lá se estes Mini Cinnamon Rolls não são uns bolinhos fofos? Aliás, sempre se disse que tudo o que é pequenino, é fofinho! Estes são uns bolinhos de canela, com um sabor, não muito doce e parecido ao sabpr dos bolos de canela da Ikea. A receita é simples de fazer, sendo que o que poderá demorar mais tempo, é a montagem dos bolos. Sendo uma massa que leva fermento de padeiro, tem sempre tendência para crescer, contudo e como não queremos os nossos bolinhos muito grandes, o ideal, é sempre que se vai estender uma tira de massa para formar bolinhos, amassar um pouco para baixar o grau de levedação. Depois de moldados os bolinhos vão a cozer ao forno e pode acontecer, a forma de caracol abrir. Para evitar, deve cozê-los em etapas, isto é, sempre que acabar de estender e moldar uma porção de bolos, coza-os logo, pois no tempo em que estão à espera, os bolos levedam e crescem o que faz com que abram mais facilmente no forno. Dicas dadas, agora é por as mãos na massa e entrar no mundo dos ‘mini’, onde já por aí andam as Mini Panquecas!

Bolo de Limão com Sementes de Papoila

Por Carla Rocha

Este foi o bolo de domingo passado, um Bolo de Limão com Sementes de Papoila, bem cítrico. Não posso escrever que reuniu o consenso cá em casa, pois a Joana nem o provou e o Francisco provou a medo. Já eu, estou a regalar-me com o dito, ainda por cima neste tempo horrível de calor. A massa fica fofa e o glacé em cima ‘é a cereja no topo do bolo’, cítrico até mais não! Se não tiverem sementes de papoila, podem fazer sem, podem até, ao invés das sementes, usar, por exemplo, fruta como mirtilos ou framboesas (acho que o próximo vai ser com mirtilos, não tivesse eu uma tonelada de limões para gastar!). Façam, provem, não assumam logo que não gostam, é diferente sim, mas é delicioso! Aliás é um verdadeiro clássico americano.

Nice Cream de Manga e Abacaxi

Por Carla Rocha

Para este Nice Cream de Manga e Abacaxi, conforme próprio nome indica, deixei de fora a banana. Fi-lo porque a manga que tinha congelada estava muito madura, ou seja, muito doce e fiquei com algum receio, que se juntasse banana madura, o nice cream, ficasse doce de mais. Se ficava ou não, não sei, mas sei que gostei muito do sabor deste. O abacaxi deu-lhe um sabor fresco que cortou um pouco o doce da manga e hoje com o calor que está, foi o pequeno almoço ideal.

Nice Cream de Banana e Mirtilos

Por Carla Rocha

Este Nice Cream de Banana e Mirtilos ficou com uma cor magnifica. Foi uma excelente forma de começar um dia de calor extremo, aliás, tem sido assim quase todos os dias, vou mudando os sabores!Como toppings, a granola tem sido a minha eleita, gosto de sentir o crocante dos flocos ou dos frutos secos, dá-me uma maior sensação de saciedade.

Bolo de Queijo, Framboesas e Limão

Por Carla Rocha

Quase que podia dizer que este Bolo de Queijo, Framboesas e Limão, é um bolo cheesecake, pelos ingredientes principais. É um bolo diferente dos usuais, a sua massa antes de cozer, é uma massa pesada, que depois de cozida se transforma numa massa fofa. As framboesas e o limão, dão-lhe um toque ácido que lhe retira o sabor doce, pelo que não pensem que tem açúcar em excesso. Fi-lo no domingo e já foi todo, aliás, fi-lo em duas formas e um dos bolos foi para a Joana levar para um grupo de estudo. Pelo que contou, os colegas gostaram imenso. Experimente fazer, se não tiver framboesas, faça-o com mirtilos, por exemplo. Não o deixe é de fazer!

Nice Cream de Banana e Framboesas

Por Carla Rocha

Mais um Nice Cream para começar o dia, desta vez Nice Cream de Banana e Framboesas. A combinação entre o doce da Banana e o sabor mais ácido das Framboesas, resultou muito bem. Aproveitei para ajudar a esgotar o stock de Cereal Pancakes de Chocolate que tenho (já tive que congelar algumas), entusiasmo-me sempre a fazê-las! Estou mesmo a ficar fãs do Nice Cream, acho que me vai acompanhar durante todo o verão!

Arroz de Frango com Limão e Tomilho, no Forno

Por Carla Rocha

Não sei se já experimentaram, mas cozer o arroz no forno, deixa-o com um sabor diferente, na minha opinião, muito agradável. Este Arroz de Frango com Limão e Tomilho, no Forno, é um dos meus favoritos. O sabor do frango, mistura-se com o do limão, o que pode não agradar a todos, mas que me agrada a mim e muito. Sou daquelas que gosta de limão em tudo! Este arroz, começa-se a fazer no fogão, sendo depois terminado no forno, onde o arroz coze por completo. Há aqui uma mistura de sabores que conjugam muito bem, Frango, Limão, Alhos, Tomilhos e na hora de servir, Queijo Feta. Experimente e depois diga-me se gostou!

Nice Cream de Banana e Abacaxi

Por Carla Rocha

Esta é uma forma diferente e fresca de começar o dia, ideal para os dias de mais calor. Para fazer o Nice Cream, deve ter sempre fruta congelada e pode fazê-lo com combinações a gosto. A banana é sempre uma boa opção, pois dá logo um sabor bem adocicado. Para toppings use o que mais gostar, desde fruta, cereal pancakes, granolas, especiarias, etc.

Cereal Pancakes

Por Carla Rocha

Estas mini panquecas fazem as delícias de miúdos e graúdos, pois podem ser comidas no leite como se fossem cereais. A sua aplicabilidade é extensa e vai muito de acordo com os gostos de cada um. Posso dizer que as como de diversas formas, entre elas simples, como se fossem bolachinhas ou até flocos. A massa que aqui deixo, é a que faço para panquecas normais, mas pode fazer qualquer massa de panquecas que goste. O que interessa aqui é mais a parte de moldar e cozer cada panqueca e que requer alguma paciência, o que no meu caso, é uma terapia, pois gosto de tarefas rotineiras.